"Percepção da arquitetura efêmera que se forma a partir dos jogos de luz e sombra que
criam por vezes um viés caleidoscópico e sugerem formas lúdicas. Remete-se ao 
pensamento construtivista e surrealista. Pensar um projeto a partir dele, mas para não ter o 
perigo de criar uma série que já nasce com cara de revisão de algo já feito, mescla-la com 
outras imagens que sugiram narrativas mais plausíveis e não meramente estéticas. 
O que temos nesse conjunto é a observação silenciosa de como 
uma luz sutil que se infiltra labirinticamente entre volumes, redesenha a paisagem e a 
arquitetura criando uma atmosfera envolvente e enigmática, orientando o observador da 
imagem a um olhar mais detido, sem pressa. Imagens que desaceleram o turbilhão de 
informações do mundo contemporâneo. É como ouvir blues sorvendo pequenos goles de 
conhaque... 
Alquimia fotossensível. "

-Eder Chiodetto